10 dicas para preparar a lancheira do seu filho

jun 20, 2011 by

Quando vamos preparar o alimento do nosso filho antes dele ir para a escola, às vezes ficamos na dúvida do que podemos colocar na lancheira.

São diversas opções para escolher em pouco tempo. É difícil unir praticidade e manter a qualidade de uma boa refeição para a criança.

Então separamos algumas dicas:

 

1)Escolher um alimento de cada um destes três grupos:

 

Frutas: as frutas são ricas em vitaminas, minerais e fibras. Elas atuam na prevenção e no combate de doenças e por isso são importantes para a saúde do seu filho.

O melhor seria escolher as frutas que seu filho possa manipular sem utilizar o talher.

Sucos naturais, desde que devidamente armazenados em garrafinhas térmicas, podem ser colocados na lancheira sem perigo de estragar.

 

Carboidratos: eles representam a principal fonte energética para o nosso corpo. As funções deles é produzir calor e trabalho muscular. Toda essa energia mantém o organismo, o sistema nervoso e o coração funcionando bem, além de ser a única fonte de energia aceita pelo cérebro, ainda possuem função estrutural e de reserva. Os carboidratos mais simples são a frutose e a sacarose. Eles são compostos de hidrogênio, carbono e oxigênio. Alguns exemplos desses carboidratos:

Monossacarídeos: presente em diversos açucares, frutas e leite;

Dissacarídeos: podem ser encontrados no leite (lactose) e vegetais (sacarose);

Polissacarídeos: encontrados em vegetais – amido e celulose.

Os alimentos ricos em carboidratos são:

  • açúcar;
  • arroz;
  • batata doce;
  • batatinha;
  • biscoitos;
  • frutas;
  • massas;
  • mel;
  • vegetais;
  • bisnaguinhas;
  • pão de forma comum ou integral;
  • torrada;
  • biscoito;
  • bolo;
  • cereal;
  • pão sírio.

 

Proteínas (alimentos construtores): são compostos orgânicos formados por aminoácidos (estruturas formadas por hidrogênio, nitrogênio e oxigênio que possuem funções de acordo com a sua estrutura molecular). Desempenham funções estruturais, plásticas, hormonais, energéticas, enzimáticas, condutoras e de defesa. As fontes de proteína animal são ricas em ferro, zinco e vitaminas do complexo B. E as fontes de proteína vegetal são ricas em fibras e carboidratos.

Os alimentos  ricos em proteínas são:

  • pão integral;
  • massas integrais;
  • carnes magras;
  • peixe;
  • feijões;
  • tofu;
  • nozes;
  • leite;
  • leite de soja;
  • ovos;
  • queijo;
  • iogurtes;
  • manteiga de amendoim.

2)Os queijos pasteurizados são ótimas opções e não precisam ser mantidos em refrigeração. O requeijão, margarina e queijos como mussarela, que tem menos gordura que o queijo prato, peito de peru e presunto magro podem ser usados no recheio dos sanduíches.

3)Não deixe de colocar ao menos um alimento de cada grupo na lancheira do seu filho. Procure variar na composição da lancheira, evitando a monotomia. Quanto mais colorida for a alimentação, mais o seu filho terá prazer em se alimentar. Tome cuidado com os alimentos que levam queijo, requeijão, iogurtes, pois necessitam de refrigeração, portanto procure colocá-los em uma bolsinha térmica.

4)Deixe a criança participar da escolha do lanche. Separe um dia da semana para que ela escolha alguns alimentos.

5)Quando optar pelo biscoito ou bolacha, não coloque de forma alguma o pacote inteiro, porque assim a criança não passará dos limites. Prefira as torradas com geléias, que também são muito saborosas e mais saudáveis.

6)E no que diz respeito aos salgadinhos da cantina, oriente o seu filho a não consumir muita fritura e massas gordurosas. Diga a ele que escolha o pão de queijo, esfiha e torta em vez da famosa coxinha.

7)Uma boa opção de bebida é a água de coco. Ela é rica em potássio, possui poucas calorias e muitos nutrientes, não é gordurosa e reidrata o corpo. Auxilia no bom funcionamento do intestino e é diurética.

8)Pergunte a seu filho sobre os lanchinhos dos coleguinhas. Eles geralmente fazem trocas e assim fica mais fácil de saber o que seu filho prefere comer.

9)Evite refrigerantes e chocolates.

10)Não esqueça de colocar uma garrafinha de água, pois a criança geralmente brinca de forma agitada e precisa se reidratar após desempenhar suas atividades.

 

Referências:

http://thais_sc.e-familyblog.com/note/23758/como-montar-a-lancheira-do-seu.html

http://orientandopaiseducandofilhos.blogspot.com/2011/02/o-que-tem-na-lancheira-de-seu-filho.html

Fonte da imagem:

http://www.bhfood.org.uk/page.php?id=143

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Related Posts

Tags

Share This

468 ad

Deixe um Comentário