Diabetes e Gravidez: mantenha você e seu bebê saudáveis

jun 13, 2011 by

As mulheres grávidas que têm o diabetes como uma condição antes de engravidar têm preocupações de saúde especiais. Além das novas exigências que a gravidez faz no corpo, as mulheres com diabetes também devem cuidadosamente monitorar e controlar seus níveis de açúcar no sangue e controlar os medicamentos para a diabetes.

Se você tem diabetes e gostaria de engravidar, existem passos que você pode tomar para diminuir os riscos para você e seu bebê.

Preparação

Consultar com o seu médico antes de engravidar é muito importante para garantir uma gravidez saudável.

Um exame de sangue chamado de teste de hemoglobina glicosilada (HbA1c) permite ao médico avaliar como a diabetes foi controlada ao longo das últimas 8-12 semanas.

Fazendo outros exames médicos antes de engravidar ajuda o médico a monitorar sua saúde e a prevenir o desenvolvimento de complicações da diabetes durante a gravidez. Alguns dos testes que o médico pode recomendar incluem:

* Um exame de urina para triagem de complicações renais em diabéticos.
* O colesterol e os testes de triglicérides no sangue.
* Exame oftalmológico para triagem de doenças comuns em diabéticos, como glaucoma, catarata e retinopatia.

O acompanhamento pré-natal é outro passo importante na preparação para a gravidez, pois ajuda a educar as mulheres para que fiquem fisicamente e emocionalmente preparadas e saudáveis.

A  importância do controle de açúcar no sangue

Fazer corretamente o controle de açúcar no sangue significa manter a glicemia dentro da faixa ideal (70 a 100 mg/dL mg – antes das refeições, a menos de 120/ dL – duas horas após comer, e 100-140 mg/dL – antes de dormir ou antes de fazer uma refeição leve), bem como o balanceamento das refeições, exercícios e medicamentos para diabetes.

Ter um bom controle do açúcar no sangue é importante antes de engravidar, pois muitas mulheres nem sequer sabem que estão grávidas até que chegue por volta de 2-4 semanas de gravidez. E níveis elevados de açúcar no início da gravidez (antes de 13 semanas) pode causar defeitos de nascimento.

O controle do açúcar no sangue é tão importante durante a gravidez, porque os níveis elevados de açúcar no sangue podem aumentar o risco de aborto e podem aumentar o risco de desenvolver complicações relacionadas à diabetes.

Como a diabetes pode afetar o bebê

Um problema comum entre os bebês de gestantes diabéticas é uma condição chamada “macrossomia”, que significa o excesso de peso do recém-nascido. Em outras palavras, os bebês de mulheres diabéticas tendem a ser consideravelmente maiores do que outros.

Isso ocorre porque muitos desses bebês recebem açúcar demais através da placenta, porque suas mães têm níveis elevados de açúcar no sangue. Então, o pâncreas do bebê acaba produzindo mais insulina na tentativa de usar todo o açúcar extra no sangue. Esse excesso de açúcar é convertido em gordura, e isso faz com que o bebê nasça acima do peso.

Às vezes, o bebê se torna grande demais para o parto normal, sendo necessária a operação cesariana. Mas fazendo o acompanhamento médico, é possível planejar o modo mais seguro para você e seu bebê.

Se você tem níveis elevados de açúcar no sangue de forma consistente durante a gravidez (especialmente nas 24 horas antes do parto), o bebê pode ter baixos níveis de açúcar no sangue logo após o parto. Isso ocorre porque o bebê tem altos níveis de insulina para usar o açúcar extra, mas essa fonte de açúcar é retirada de repente, deixando altos níveis de insulina para que seus níveis de açúcar no sangue caiam rapidamente. Assim, o médico irá verificar os níveis de açúcar no sangue do bebê após o nascimento. Se for baixo, será dado ao bebê o leite materno para fazer a correção da glicemia (nível de açúcar no sangue) e o bebê será reavaliado após 1h, caso não ocorra a correção da glicemia do bebê, esta será corrigida através da glicose por via intravenosa. Seu bebê também pode ter desequilíbrios minerais com relação ao cálcio ou magnésio, que podem ser substituídos com a medicação.

O uso de medicamentos durante a gravidez por quem tem diabetes é permitido.

Se você tomar insulina para controlar seu diabetes, seu médico pode lhe dizer como ajustar a sua medicação. Geralmente, o seu corpo vai precisar de mais insulina durante a gravidez, especialmente durante os últimos três meses de gravidez.

Se tomar medicamentos orais para controlar o diabetes, seu médico poderá mudar a sua medicação com insulina durante a gravidez, uma vez que o melhor controle de açúcar pode ser alcançado com a insulina.

Dieta

Durante a gravidez, você e seu médico devem trabalhar juntos para ajustar sua dieta. Mudar sua dieta durante a gravidez ajudará a evitar problemas com baixos ou altos níveis de açúcar no sangue. Seu plano de refeições também devem ser ajustados para incluir mais calorias para o seu bebê crescer saudável.

Serei capaz de levar uma gravidez normal?

As mulheres com diabetes leve ou que a controla bem, frequentemente levam uma gravidez sem quaisquer problemas. No entanto, muitos médicos preferem planejar um parto prematuro, geralmente em torno de 38-39 semanas.

O controle de açúcar no sangue durante o parto

O controle de açúcar no sangue continua a ser importante, mesmo durante o parto, que pode ser um período estressante para a mãe e o bebê. Se a mãe tem tomado insulina durante a gravidez, pode ser dada insulina por injecção intravenosa ou quando o trabalho de parto começar. As necessidades de insulina normalmente caem rapidamente logo após o parto.

-

Referências: http://diabetes.webmd.com/pregnancy-diabetes-and-pregnancy

http://diabetes.webmd.com/pregnancy-diabetes-and-pregnancy?page=2

Fonte da imagem: http://www.iplanosdesaude.com.br/2011/05/05/diabetes-gestacional/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Related Posts

Tags

Share This

468 ad

Deixe um Comentário