Por que a mamadeira não é vista com bons olhos por alguns médicos?

jul 2, 2011 by

O uso da mamadeira é polêmico. Alguns médicos são a favor e outros preferem evitá-la. A sua utilização é recomendada desde que não vire um mau hábito.

O uso prolongado da mamadeira pode prejudicar a fala, a dentição e afetar o desenvolvimento psicológico do bebê. Mas por outro lado, a mamadeira é necessária quando o bebê não pode ser amamentado pela mãe, ou seja, nos seguintes casos: mãe portadora de HIV;  mãe que toma medicamento que contra indica a amamentação; mãe usuária de drogas; falecimento da mãe;

A mamadeira substitui o seio da mãe, portanto, quando o bebê não pode receber a amamentação materna, o uso da mamadeira é imprescindível. A indicação da mamadeira é restrita para os casos em que a mãe não pode amamentar.

Quando as possibilidades de amamentação materna forem esgotadas, aí sim a mamadeira pode ser introduzida. Até porque o bico da mamadeira é totalmente diferente do bico do seio da mãe. Se a mamadeira for utilizada juntamente com o seio, o bebê pode acabar desmamando precocemente. O desmame precoce é uma das principais causas de mortalidade infantil.

A mamadeira é condenada por muitos médicos pois ela pode tornar a criança um respirador bucal, provocando problemas sérios de respiração, sono, fala, humor, além de prejudicar a arcada dentária e causar déficit de aprendizagem.

Não é por acaso que os fabricantes de chupetas e mamadeiras colocam avisos de alerta sobre os problemas causados pelo uso constante de cada uma delas – “O Ministério da Saúde informa: a criança que mama no peito não necessita de mamadeira, bico ou chupeta. O uso da mamadeira, bico ou chupeta prejudica a amamentação e seu uso prolongado prejudica a dentição e a fala da criança.”

Dicas para as mães evitarem os bicos artificiais:

Dar suquinhos em copinhos quando o pediatra receitá-los na dieta do bebê, que geralmente ocorre a partir dos 6 meses de idade, já que a Organização Mundial de Saúde/UNICEF recomenda amamentar a criança até os seis meses. Após esse período a dieta do bebê pode ser complementada com outros alimentos. Uma criança que consegue fazer sucção de líquidos e que mama, não precisa de mamadeira.

 

Fonte da imagem:

http://www.sjtresidencia.com.br/invivo/?p=18886

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Related Posts

Tags

Share This

468 ad

Deixe um Comentário